expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 17 de dezembro de 2011

Projecto Alexandra Solnado - Mapas Astrais



A escritora e também um dos canais activos em Portugal para transmitir ensinamentos da Fraternidade Branca, Alexandra Solnado, criou um Projecto repleto de benefícios para quem gosta de experimentar novas aventuras espirituais, cursos, leituras e agora ela deu a oportunidade de facilitar mapas astrais, em preços bastante acessíveis, e com uma variedade incrível.
Existem ao todo, em escolha, dez mapas astrais de diferente temáticas, entre eles:

Mapa do Nascimento - mapa que revela de uma forma detalhada, assuntos sobre a nossa personalidade, sobre a carreira, etc.
Mapa de Previsão Anual - Dá-lhe uma perspectiva dos passos a dar durante o ano e supostas mudanças que virão.
Mapa de Relacionamento Amoroso - Explica passo a passo a relação entre si e o seu companheiro(a), dando conselhos chave para a felicidade mútua.
Mapa de Vidas Passadas - Dá uma visão de algumas vidas passadas e mostra assuntos kármicos que tenham vindo connosco dessas vidas e como superar isso.
Mapa de Karma - Ajuda a saber as lições que temos que aprender nesta vida e em que devemos ter mais atenção.
Mapa da Criança - Explica o que pode ajudar o seu filho a elevar-se no caminho espiritual, na vida pessoal e até escolar.
Mapa Vocacional - Mostra quais os caminhos pode enredar nesta vida em termos profissionais, que lhe possam ajudar no seu futuro.
Mapa da Revolução Solar - Mostra quais os trabalhos energéticos deve ter em especial atenção, para conseguir sublimar energias.
Mapa de Previsões Kármicas - Dá-lhe uma visão amplificada por um ano do que pode vir a sofrer em termos kármicos.
Mapa de Previsões Amorosas - Dá-lhe uma visão amplificada por um ano de possíveis amores que possam cruzar o seu caminho.

Posso vos dizer que entre estes todos já fiz um, o Mapa das vidas passadas, e correspondeu com tudo que já tinha visto em trabalhos no passado com e a Memória Universal, foi muito bom, porque com este mapa consegui ter uma noção exacta do que trouxe comigo e explicações para coisas que vi, que até á data não tinha entendido o porquê.
Pretendo fazer ainda alguns mapas que estão aí, mas lembrem-se que com tempo, pois quando recebemos um mapa astral, devemos assimilar bem as energias e estudar bem a sua essência, só depois pedir outro.
Alexandra Solnado da a possibilidade de receber o mapa astral por correio ou por mail, que será mais fácil para quem vive fora do país, por isso caso queiram espreitar deixo aqui o link:
https://www.alexandrasolnado.com/Loja_loja/pt/loja/loja-mapas

Jai Gurudev

Abertura de Portal Lunar


No passado dia 10 de Dezembro, Sábado, desde as 9h da manhã até ás 19h da tarde, horário de Portugal continental, um portal estaria a ser aberto, houve um alinhamento de planetas com a Lua, e acabou por abrir energias positivas mas também negativas, para a humanidade.
As pessoas que estariam a apanhar a radiação solar nessas horas, poderá ter danificado a aura e ficado com energias negativas agarradas. Foi pedido que ficassem em casa em oração e em contacto com o Divino.
A lua durante a noite também tinha uma energia muito densa e pedia-se a todos que não olhassem directamente para ela, pois poderia causar danos internos.
Estamos a passar por fases energeticamente complicadas, não pode avisar na altura a todos, pois estava mesmo longe de tudo e todos, e acabei por estar inacessível ao blog durante algum tempo.
Mas aviso-vos agora estejam sempre atentos, principalmente em alturas de lua cheia, canais estão a ser habitualmente abertos, muita energia está a ser libertada, mas nem toda é positiva, pois quando se abre uma porta qualquer coisa pode se esgueirar por ela.
Mais do que nunca peço-vos, orem, unam-se a Deus, estamos a passar uma fase muito complicada em termos de mudança de energia no planeta e também kármica.

Jai Gurudev 

Lord Narasimha


Lord Narasimha é o quarto, dos dez, Avatar de Lord Vishnu, o seu nome mesmo traduzido á letra significa "O Homem Leão", segundo os escritos de Bhagavata Purana, numa época remota quando um demónio muito astucioso decidiu ir contra Brahma, sendo que este designou que tudo que era criado seria mortal, um dia teria que acabar por morrer. Mas este demónio, Hiranyakashipu, pediu ao Pai Divino que nunca fosse morto por qualquer criatura jamais criada, sem pai nem mãe, sem ter nascido de um ovo ou ventre, ou até mesmo gerado a partir de outra criatura viva, nem de dia nem de noite, nem em canto de lugar algum, nem na terra, na água ou no ar, por nenhum tipo de arma, que jamais qualquer tipo de metal lhe perfurasse a carne, que estivesse sempre imune a qualquer tipo de doença de microrganismos, protegido de qualquer catástrofe natural e que o seu corpo ou a sua mente jamais fossem causa da sua morte.
  O astucioso demónio teve o que pediu, viveu durante longos anos sobe a terra, que sofria sobe a sua tirania, pois jamais algum homem conseguiria destruí-lo, ele não era imortal, mas também não era mortal. Ele era um verdadeiro flagelo para a humanidade, indo em busca de prazeres mundanos, como o ouro, a luxúria de uma cama sempre farta de mulheres que pudesse violar, acabava por roubar todos que ele desejava, vivia o mundo sobe as suas exigências.
  Certo dia, seu filho, Prahlada, muito diferente do pai, quer em mente e coração, farto de ver toda a crueldade que este fazia a humanidade suplicou a Vishnu, a qual era extremo devoto, para ajudar a libertar a humanidade de seu pai, pois este era imortal. Lakshmi, o complemento de Vishnu, com o coração repleto de compaixão pede ao seu esposo divino para ir em seu auxílio, o grande Vishnu grato por ter aquele devoto, tão fiel a si, encarna-se numa entidade sem uma forma definida, metade homem, metade leão, e vai ao auxílio do seu devoto Prahlada.
  Nele vê um amor e compaixão pela humanidade intensa, pois é capaz de sujeitar o pai á justiça de Deus, que pode por si ser impiedosa para salvar todo o planeta, então jocosamente, Narasimha, aquele avatar de Vishnu, vai ao encontro de Hiranyakashipu, ele não fora criado por Brahma, tinha surgido entre o meio de um pilar de pedra, nunca tendo sido gerado por mãe, pai, ovo ou qualquer outra forma humana, nem era dia nem de noite, era crepúsculo, ele pegou no demónio e colocou-o sobe o joelho, logo ele não estava em lado algum, nem na terra, na água ou no ar, e esventrou-o com a unha, sendo que uma unha não é uma arma.
  Assim o demónio morreu de perfeita saúde, esventrado e acabou de cair na sua própria armadilha. Nem sempre somos mais inteligentes que a Divindade, existe sempre um ponto fraco em cada obstáculo, basta saber encontrá-lo.
  Esta história tem inúmeras lições que podemos tirar, e uma das mais valiosas é que Deus nunca abandona os seus discípulos, ele está sempre lá, Prahlada era tão devoto de Vishnu e sempre orou e se manteve fiel ao seu mestre, que ele não recusou ajudar um ser que sempre o venerou.
  Narasimha é o avatar que podemos recorrer para nos dar a força necessária para nos livrar de todo o mal, a inteligência e a justiça necessária para fazer os nossos caminhos nas nossas vidas na terra, e escolhi falar nele pois foi me revelado pelo Gurugi Swami Vishwananda que este era o meu Ishta Deva, e por mais curioso que pareça, sempre foi um dos avatares de Vishnu que "temia" mais de algum modo, agora sinto-me bastante confiante com a sua energia, muito intensa posso dizer e aconselho a se conectarem com ela.
  Segundo registos dévicos, Prahlada reencarnou no século 17 como Raghavendra Swami, um ser iluminado que veio para guiar mais pessoas a seguir a chama da devoção, a saber se ligar com Deus na unidade.


Jai Gurudev

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Signo do Mês: Sagitário ou Sagittarius



Sagitário ou Sagittarius, é o nono signo do zodíaco e também é o primeiro signo do Inverno, e começa desde o dia 22 de Novembro até dia 21 de Dezembro. Caracterizado pela criatura mitológica, o centauro, símbolo da união entre a o humano e o animal, a inteligência a atitude irracional. Associado á constelação de Quíron, o centauro, e ao elemento Fogo, juntamente com o signo de Leão e Carneiro. A cor ligada ao signo é Azul, e o seu astro regente é Júpiter, o Rei dos Planetas.
O signo de Sagitário está ligado ao mito de Quíron, que conta que nos primórdios da criação, o centauro era o mais sábio de todos, tinha um vasto conhecimento no campo da cura, da alquimia e das ervas medicinais, e certa vez sofreu de uma flechada de uma flecha embebida no veneno da Hidra. Como Quíron era imortal sofria intensamente as dores da morte, infinitamente, sem parar, nunca acabando por morrer, então Prometeu  cedeu ao centauro o direito de morrer, e assim ele ficou nos céus, memorizado nas estrelas como o sábio centauro Quíron, que fica a apontar o arco e flecha á constelação de Escorpião, como vingança da morte de Órion.
Os nativos de Sagitário são por natureza muito fortes, muito sábios, optimistas, sinceros e aventureiros, tem uma determinação incrível, capaz de mover montanhas. No campo negativo pode ser um pouco grosseiro, agressivo e demasiado atirado aos instintos e emoções, o que pode ser mau para ele, mas por isso ele se deve apenas focar nas virtudes do seu signo e apagar os defeitos.
O chacra ligado ao signo de sagitário é o frontal, o terceiro olho, para ajudar a ligação á intuição, á Mãe Divina, ao plano Astral, á luz. A pedra deste signo é a Ametista, pedra de limpeza e purificação, além de ser grande ajuda para abrir o chacra frontal e protecção. A flor ligada é a Íris, flor da determinação, do trabalho e da liderança, ligada ao 4º raio da pureza.
Sagitário faz parte do 3º Raio, Rosa, do Amor Incondicional, da Amizade e da Humanidade, aconselho á ligação aos Mestres, Anjos, Arcanjos e Elohins do mesmo raio.
O Anjo Astrológico é Ezequiel.

Previsões para o Signo de Sagitário no Ano 2011 e início de 2012 são:

Amor: Cure-se de possíveis problemas amorosos do passado, e caso esteja numa relação menos boa, tome decisões definitivas, precisa de de curar, de olhar apenas para si antes de olhar para os outros, escolha as prioridades.

Saúde: Lembre-se que cada obstáculo é uma ajuda para libertar karma negativo, tudo que libertar é para seu bem, lembre-se sempre como as oportunidades de Deus podem ser belas e maravilhosas, seja forte e lute juntamente com Deus.

Espiritualidade: A Arte é um dos meios mais maravilhosos e fáceis de entrar em sintonia com a nossa espiritualidade, ligue-se então á arte, a dança, a música, a pintura, ao canto, todo o caminho na Arte leva a Deus, pois ele é Arte, ele é sublime, é beleza.

domingo, 20 de novembro de 2011

Os Sete Corpos Espirituais



O Ser Humano é constituído por muito mais elementos que o simples olhar humano não consegue ver ou entender.
Para muitos que possam pensar que somos apenas um corpo físico e uma alma, estão muito enganados, nós simplesmente não poderíamos viver numa condição directa entre o corpo físico e a alma, no minimo faria todo o nosso ser físico entrar num processo de ebulição imediata, que muitas das vezes pode acontecer, devido a desdobramentos mal efectuados e acabam por levar a uma espécie de combustão espontânea, em que as energias ao terem contacto directo, sem a filtração da parte dos corpos acaba por levar o corpo físico á destruição, mas acontece em casos raros e maior parte deles de razão kármica.
 Ao todo são setes corpos actuantes que cada ser humano contêm, que são:

Corpo Físico - É um corpo celular, químico, tecidual, orgânico e sistemático, serve como um canal para energia vindas dos reinos mais elevados, o seu simples uso é como se fosse um fato que vestimos durante uma vida, é algo temporário. Ele cresce e necessita de determinados cuidados, como alimentação e protecção. Serve como escudo de todos os outros corpos, mas todas as marcas feitas neste, ficarão reflectidas nos outros, desde um simples golpe até tatuagens, erros feitos sobre a nossa estrutura física, que cada vez mais se usa para inovarem a beleza e intimidação da população.
Não aceitar o nosso corpo tal como é, é o mesmo que negar vestir a única roupa que temos no armário.

Corpo Etérico ou Duplo Etérico - Segundo corpo que temos a seguir ao físico, e que conseguimos sentir conscientemente, lembram-se quando ficam com aquela dormência no corpo? que até dá um formigueiro? muito bem, essa impressão desconfortável provêm deste corpo. Este é constituído pela aura e pelos centros energéticos, os chacras, e todos os nadis, ou seja, os veios onde a energia é levada aos chacras.
O corpo dulpo etérico é de uma aparência luminosa, quase gasosa, podendo ter determinadas cores, em norma num tom branco com reflexos azuis, claro que a aura muitas das vezes tapa essa irradiação. Tem uma aparência humanoide, quase como fosse uma sombra do nosso corpo. Este corpo é tão fino e frágil, mesmo tendo várias camadas, que muitas das vezes a sua ruptura pode ser fatal para a sobrevivência e também para uma saúde equilibrada.
Mesmo tendo uma reconstrução rápida, muitas das vezes pode influenciar a problemas esquizofrénicos, entre outros.

Corpo Astral - É deste corpo que provêm os desejos e os sentimentos, esta é a nossa Alma. Existe uma particularidade no corpo astral, que não existe em mais nenhum, ele tem uma aparência única e conforme vai viajando de planos em planos vai mudando a sua aparência, é como se fosse se ligando energeticamente com cada energia.
Existem várias características deste corpo, desde a sua plasticidade, a densidade, o seu peso, a luminosidade,  penetrabilidade, visibilidade, tangibilidade, sensibilidade magnética e global, entre muitas outras, que caracterizam o corpo astral, e que falarei mais adiante, individualmente.

Corpo Mental Superior e Inferior - Estes dois corpos estão ligados ao intelecto, á razão, é lá que estão os chacras superiores.
Tendo uma forma ovoide, de luz, conforme se vai dando a espiritualização e a iluminação do ser, ele vai tomando uma forma de excelsa beleza, pois é ali que reside a consciência e a racionalização, pois tem que ser domada, tal como um cavalo, por isso muitas das vezes, o nosso corpo mental aparentar a forma de um cavalo ou unicórnio, daí vem a Hierarquia Espiritual dos Unicórnios, que antes falei em outra postagem.
É neste corpo que se manifestam todas as formas pensamentos, ou seja, quando pensamos em algo, por exemplo, uma pessoa passeia pela cidade, cheia de barulho, stress, e imagina as suas férias no campo, um clarividente capaz de ver o corpo mental, vai conseguir ver esses pensamentos, essas necessidades que a alma está a pedir, tal como ao cantar uma canção, formas são criadas na aura desse cantor, entre muitos casos que poderei falar adiante.

Corpo Causal - Não é bem um corpo definido e individual, é mais um filtro ou reservatório, pois é neste corpo que todas as nossas memórias ficam gravadas, de todas as vidas, é ali o nosso registo individual.
Ali fica tudo guardado, desde capacidades, sentimentos e ligações com pessoas que tivemos, é um corpo neutro, por isso muita coisa negativa, tal como vícios pode ali ficar alojado.
Fazendo parte do corpo mental, pode ser muitas vezes causador de sonhos, ou seja, capta formas pensamento, durante o dia, e durante a noite revela-as em sonhos.

Corpo Búdico - É um corpo repleto de luz, iluminado, é ali que se manifesta a verdadeira sabedoria e inteligência, a inteligência abstracta e universal, todos os princípios da nossa existência universal estão ali contidos, principalmente o sentido da verdade, do bem e do mal, da justiça, sendo que quando uma pessoa não sabe distinguir entre o bem e o mal, deve decididamente tentar se orientar em trabalhos de concentração meditativa, para que possa entrar em contacto com este corpo.

Corpo Átmico - É aqui que reside o nosso Eu Superior, o Espírito Santo, a nossa centelha divina de Deus, é um corpo de luz, apenas luz vivente, ali reside todas as virtudes do Pai Divino. A sua luz é filtrada por todos os outros corpos até chegar á alma do ser humano, só na altura em que existe a ascensão do ser, é que a alma se une ao espírito, a união mística, quando a "princesa é desperta pelo beijo do príncipe encantado".

Aqui está uma breve explicação de todos os corpos a que devemos ter conhecimento e consciência da sua existência. A nossa existência física afinal não é assim tão simples como muitos pensam, é muito mais calculada e fundamentada.
Mais adiante falarei de cada corpo espiritual detalhadamente.

Jai Gurudev 

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Senhores do Karma - Mestra Kuan Yin


A Bem Amada Mestra Kuan Yin, faz parte do Conselho Kármico nos planos ocultos e também da administração da Chama Violeta.
É a representação da chama materna, da Mãe Divina, no Oriente, em especial no Budismo, e mantem sempre grande ligação e protecção pelos seus devotos. A Bem Amada Mestra trabalha com a Chama da Misericórdia e da Compaixão, trabalha também nos registos kármicos e das vidas passadas, ajuda na limpeza e transmutação das energias negativas que trazemos de outras vidas. No conselho kármico a Mestra representa o Raio Violeta, em favor da misericórdia de todos que passamos pelo conselho e somos julgados pelos actos negativos cometidos e pelos vangloriados pelos actos positivos.
Lembrem-se sempre, quando um parente, amigo, ou até mesmo alguém que nos tenha feito mal, tenha partido desta vida, peçam á Bem Amada Kuan Yin para guiar a sua alma em paz para junto da luz, ela rapidamente intercederá, e acima de tudo ela ama os fiéis que deixam rancores para trás, ela admira e ama todos aqueles que amam os seus irmãos, incondicionalmente.
A sua energia é dual, tanto pode aparecer como Kuan Yin, a Mãe Divina, ou então com presença masculina, o Pai Divino, o guerreiro e protector, é essa uma das particularidades, pois a Mestra permanece unida permanentemente com o seu complemento divino, assim ela manifesta-se conforme a energia a trabalhar.
A sua energia é uma das mais intensas e mais fortes conhecidas no nosso planeta, juntamente com Mestre Saint Germain ou Jesus, ela é a manifestação divina da Mãe, e já foram contabilizadas mais aparições suas do que a própria Mãe Maria, mesmo assim ambas emanam grandes energias, fortes e cheias de amor para os seus filhos, encarnados e presos no corpo carnal, físico, sujeitos a uma evolução, para que um dia cada Mãe Divina venha novamente agarrar o seu filho e leva-lo para o seu colo.
O seu nome significa "Aquela que guarda, protege e ouve cada som do Mundo", aparece normalmente representada em posição de meditação ou então sobre uma flor de lótus, a flor que a representa, tal como no Ocidente a Rosa representa a Bem Amada Mãe Maria. O seu nome tem tal força, poder e energia, que basta a sua entoação para vibrar a energia da nossa aura e chamar em nosso auxilio seres angélicos, o seu mantra, Om Mani Padme Hum (A jóia do Lótus), é a maneira mais fácil de chegar perto da sua energia e entrar em contacto com a Bem Amada Mestra.
A sua missão é levar os ensinamentos dos Mestres Ascensos a todos os seres do universo, para que possam fazer a sua evolução muito mais facilmente e de maneira mais orientada possível. Começou o seu trajecto na China, há muitos séculos atrás, à 700 anos a.C., filha de Miao Chuang Wang, governante, rei, senhor de todas as terras, e a sua filha, negou-se a casar com um nobre que lhe asseguraria o poder de ainda mais terras, pois ela queria apenas se entregar á espiritualidade, caminhando sobe a chama branca, o pai irritado ordena que a executem, e ao tentarem cravejar a princesa com as espadas, estas partem-se em mil pedaços.
Frustado o pai ordena que a sufoquem até á morte, mas quando a sua alma se desligou do corpo, o pai rogou a maldição que fosse para o inferno, para o baixo astral, assim a alma da princesa foi encaminhada até lá, mas assim que pisou o solo do baixo astral, este se transformou em paraíso, repleto de beleza e harmonia.
Então ela ressuscitou, apareceu no cimo de um lótus, que a levou pelos mares até á ilha P'ootoo, perto de Nimpo, lá curou-se e libertou-se de todo o karma negativo, diz ainda a lenda que quando o pai foi atingido, mais tarde, por uma flecha, ela foi ao seu encontro e curou-o da morte, o pai chocado pela misericórdia e perdão da filha, mandou erguer uma estátua em seu tributo.
O seu Templo Espiritual fica localizado em cima de Pequim, na China, onde ensina aos seus devotos a equilibrar as energias kármicas e o poder da transmutação e do perdão. A sua Chama é de cor violeta orquídea, sendo a união perfeita entre a chama rosa do amor, e da chama azul da força e da fé.


"Unam-se a mim, unam-se aos seres que mais se sentem ligados, a vida é apenas uma passagem, uma passagem para o nosso verdadeiro objectivo, para a nossa verdadeira vida, a união a Deus.

Eu estou com todos vós, eu sou a vossa amada Mãe Kuan Yin."

Jai Gurudev

sábado, 12 de novembro de 2011

A Hierarquia Humana


Acho que devemos saber o nosso trajecto, desde o início até agora, e também o que nos espera o futuro, aliás só conhecendo o passado conseguiremos construir um presente para ter um futuro melhor.
A história da nossa evolução ascensional não começa apenas com a nossa estadia presente no papel de homens, em corpos de carne e osso, racionais e conscientes, começa muito antes.
As almas terrestres são almas já com biliões de anos, mesmo que nos possamos sentir ainda um pouco atrasados no caminho da ascensão, lembrem-se que as nossas almas já andam cá há muito tempo, dentro de décadas de evolução.
No começo eramos apenas formas etéricas, fumaças indistintas, sem necessidades, sem polaridades, estávamos num estado vegetativo, de gestação a preparar a materialização no plano físico, só passados anos de trabalho evolutivo é que crescemos na evolução e a alma pode entrar na hierarquia elemental ou humana.
Ao entrarmos no reino mineral, dentro dele existe uma evolução específica que a alma percorre, indo de pedras mais impuras até ás mais puras, se libertando da evolução no reino mineral.
Em seguida percorremos a evolução no reino vegetal, com a função de começarmos a tornar mais próximos da matéria, da vida, começamos a ter necessidades, a correr vida física dentro de nós. Ao percorrer a evolução desde plantas mais primitivas até a plantas de flor, belas e plenas na sua evolução, aí a alma está preparada para entrar no reino animal.
Tal como em todos os reinos evolutivos começamos com um estágio mais primitivo e evoluímos até chegar a um superior, só aí estamos pronto para passar para o próximo, e o mesmo acontece no reino animal, temos uma alma grupal, fazemos parte de um grupo de animais da mesma espécie, em norma são todas as nossas extensões de almas, ou almas gémeas, e já começamos a ter mais necessidades, desde fome, socializar, começamos a dar o primeiros traços de conhecimento e racionalização.
O que é mais característico e interessante é que conforme a nossa essência, a nossa energia primordial da nossa alma, vamos evoluindo em determinadas espécies, tanto de animais, vegetais e minerais, e isso é que vai determinar muitos traços que trazemos para o reino humano.
No reino humano começamos sempre de um estágio menos evoluído e caminhamos para a evolução, é a entrada de um índio primitivo na grande civilização, além de nem sempre ser assim e muitas das vezes ser ao contrário. Caminhamos sobe novas necessidades, descobrir o porquê da existência, quem é Deus e como estar com ele.
E todo esse caminho vai se tornar a nossa grande missão, passamos vidas e mais vidas, libertando-nos de medos, vícios, ganhando virtudes e sabedoria, para conseguirmos então chegar ao derradeiro ponto da nossa libertação do plano físico, finalmente depois de tantos biliões de anos, vamos ao encontro do plano mental, libertos de tudo o negativo.
Entramos no estágio mais desejado pelos humanos, até inconscientemente o desejamos, o caminho da mestria, ser Mestre, ser coroado Senhor excelso, liberto da Roda da Reencarnação e liberto do negativo.
Só nesta nova fase da evolução é estaremos prontos para chegar ao Pai, Deus, o Criador, caminhando sempre na linha da evolução agora em planos elevados espiritualmente.
Deixo aí em baixo um esquema para entenderem melhor a hierarquia humana, e este conhecimentos já vem a ser estudados pelos maiores teosóficos da história, como Helena Blavatsky, Charles Leadbeater, Annie Besant ou até o mais recente Joshua David Stone, todos os teosóficos tem estudado com os tempos a nossa história, e nós temos nas mãos a mais bela história ascensional, vamos continuar a escreve-la e torna-la ainda mais bela.

Jai Gurudev

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Ser de Luz Azul



Todos os seres que nos guiam e protegem cada vez mais se aproximam de nós e se deixam filmar e se ver, palavras para quê... temos as imagens, só por elas ficará tudo dito.

Jai Gurudev

11:11:11 - Portal da União



Hoje, dia 11 de Novembro de 2011, ás 11:11 horas, foi aberto um portal muito importante para todo o Planeta, para a nossa evolução e também para o início de uma nova etapa, na História da Humanidade.
A união de todos os algarismos dá o número simbólico 1, o número de Deus e da União, e foi nesse único minuto que entrei em contacto com o Bem Amado Mestre Serápis Bey, onde ele me falou de Mestre para discípulo, dizendo que aquele minuto é fundamental para cada ser, que cada um de nós estava naquele momento a receber uma iniciação, uma libertação de uma nova energia ascensional, nesse momento pode visualizar, em cima de cada pessoa que via um ser muito iluminado excelso, deveras brilhante e com asas belíssimas, feitas de luz, a verter sobre a aura de cada pessoa um líquido luminoso, dourado, o que fazia irradiar cada alma.
O Mestre Serápis Bey disse-me que aquela benção, aquela iniciação que estávamos todos naquele minuto tão simbólico a passar era para nos preparar para novas e grandes energias que viriam em breve, mudanças que nenhum de nós estava ainda preparado.
A partir de agora estamos conscientes do poder que temos em mãos, do poder da ascensão, agora é connosco, o próprio Mestre disse que mais do que nunca naves extra e intra-terrestres sobrevoam o Planeta Terra, vigiando-nos nesta época tão importante, e agora mais do que nunca devemos ampliar o nosso campo áurico, através da meditação, oração, entoação de cânticos e através da Japa Mala, a purificação é essencial para a nossa passagem para o futuro, devemos estar limpos e em branco, como folhas, para que as novas energias possam ancorar dentro de nós mais facilmente.
Tomem consciência destas oportunidades, liguem-se a estes seres que tanto nos amam e trabalham para nos ajudar, vamos nos unir a eles e vamos todos, juntos, ascender para junto dos nossos irmãos, junto ao Pai.

Jai Gurudev 

sábado, 5 de novembro de 2011

Os Chacras da Alma


Como já antes falei, dos setes chacras principais, que estão situados no corpo etérico, manifestados no corpo físico, agora falarei dos chacras da alma, os cinco chacras que estão situados no corpo astral, tendo uma função muito idêntica a antenas ou canais, que nos ligam a energias de luz, dos nossos corpos mais subtis e todo o universo, é a ponte da nossa Alma até Deus.
O Ser Humano está repleto de chacras, tendo chacras principais, secundários, terciários, até nadis, que são pequenos pontos ou focos de energia, que são utilizados em acupuntura, não sendo menos importantes, claro que nesta existência na Terra nos devemos ligar mais aos primários, os sete chacras, pois eles é que são a porta para a ascensão, mas nunca é demais sabermos informações sobre o que temos daí para a frente e claro que podemos também trabalhar todos os outros chacras.

8º Chacra - Estrela da Terra : A sua cor é de um tom vermelho metálico brilhante, está situado entre 15 a 30 cm da base da nossa aura para baixo. A sua função é ancorar-nos e ligar-nos á energia terrena, do centro da terra, ao Sol interno do Planeta, o que nos fornece o equilíbrio e a ligação plena ao nosso corpo físico.
Está conectado com o 7º Chacra (Coronário) e também com o 9º Chacra (Coordenador).

9º Chacra - Coordenador : É de um tom prateado, tal como uma estrela brilhante, está situado a 15 cm da nossa aura para cima. A sua função é coordenar todos os chacras entre si, e também a ligação entre o corpo etérico e o corpo físico.

10º Chacra - Causal : A sua cor é de um tom azul metálico, muito brilhante, e está situado a 15 cm acima do 9º Chacra (Coordenador). Este chacra faz conecção com o plano causal e o plano mental superior, onde não existe causa e efeito. É considerada a morada do nosso verdadeiro Ser.

11º Chacra - Estrela da Alma : É de um tom branco e radiante como o Sol, situado a 15 cm acima do 10º chacra (Causal). A sua principal função e filtrar todas as energias luminosas do espírito e do universo, para que cheguem puras e sem interferências ao chacra coronário.

12º Chacra - Portal das Estrelas : A sua aparência é muito idêntica a uma estrela dourada, estando situada a 15 cm do 11º chacra (Estrela da Alma) e a 60 cm do extrema superior da nossa aura, ou seja a mais de 1 m da nossa cabeça. É o mais alto de todos os chacras, é o verdadeiro portal para a ligação com o aspecto Deus/Deusa.


  Todos estes cinco chacras, estão encarregues de nos "alimentar" energeticamente e ajudar no sucesso do funcionamento dos setes chacras primários. Como referi nesta breve explicação individual de cada chacra, cada um tem uma função especifica de nos manter ligados ao Divino, por isso não estarem activos dentro da nossa aura, pois a sua energia necessita de expandir muito mais do que a nossa aura permite.
Mais adiante falarei de outros chacras, os secundários, que também estão presente no nosso corpo etérico.

Jai Gurudev

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Signo do Mês: Escorpião ou Scorpio



Escorpião ou Scorpio, é o oitavo signo do zodíaco, símbolo da transição das estações, Outono e Inverno, e começa desde o dia 23 de Outubro até ao dia 21 de Novembro. Caracterizado pelo próprio animal, o escorpião, associado á constelação de Scorpious, fazendo com os signos Caranguejo e Peixes, a tríplice dos signos do elemento Água. A sua cor é Vermelho, e o seu astro regente é Plutão, planeta da mais distante do Astro Rei, o Sol, por isso considerado o planeta da morte.
O signo de Escorpião está ligado ao mito de Órion, quando o Deus Apolo, enciumado por ver a sua irmã gémea dar atenção e se enamorar pelo jovem Órion, filho do Deus do Mar, Poseídon, e também um dos melhores caçadores a serviço da deusa Artémis.
Mas o ciúme era tanto que o Deus Solar, Apolo, envia um escorpião para matar o caçador divino, este fugindo pela água apenas a sua cabeça fica de fora, Apolo provocando a sua irmã, desafia-a a acertar ao longe para o animal que se mexia nas ondas do mar. O destino foi trágico, acabou por matar o seu amado por culpa dos ciúmes do irmão, mas assim pediu aos deuses para eternizar o seu amado nos céus, e já Apolo pediu para eternizarem o escorpião que o tinha ajudado, como símbolo de vingança e raiva.
E o mais engraçado é que as estrelas da constelação de Órion desaparecem a Ocidente, quando as estrelas de Escorpião aparecem a Oriente.
Os nativos de Escorpião são conhecidos pela sua determinação, inteligência e o seu sentido profundo de pensar, mas também ter cuidado, pois também defeitos como a tendência vingativa e ser manipulador, é preciso ter cuidado para não nos deixarmos cair sobe os defeitos do signo, mas sim nas virtudes.
O Chacra ligado ao signo de Escorpião é o chacra umbilical, para a ajuda no controle dos sentimentos e emoções, e acima de tudo controle perante o ego, que por vezes pode tentar ser maior que o próprio nativo. A pedra ligada a este signo é o Jaspe, ajuda a equilibrar o nativo do signo e também a evitar problemas de ovários, tais como quistos ou outros. A flor ligada é a Dedaleira e a Salva, mais uma vez ambas ajudam no restaura da saúde e também no equilíbrio das emoções e sentimentos.
Escorpião faz parte do 2º Raio, o Amarelo-Dourado, ligado á sabedoria divina e discernimento, aconselho á ligação dos Mestres e Arcanjos do mesmo raio.
O Anjo Astrológico é Camael.

Previsões para o Signo de Escorpião para 2011 são:

Amor: Está na altura de pensar agora um pouco na relação, ver o que vale e o que não vale a pena. Não significa acabar, mas chegou o momento de pensar nas prioridades, e em si mesmo.

Saúde: Não há preocupações por enquanto, pode aparecer algo ligeiro, como uma febre, uma gripe, mas nada a que deva estar preocupado.

Espiritualidade: Chegou o momento de se aplicar nas suas crenças e nos seus dons, liberte-se e trabalhe esse lado da vida, pois mais do que nunca vai lhe ser necessário.

Senhores do Karma - Mestra Pórtia


A Bem Amada Mestra Pórtia está ao serviço da chama violeta, da justiça, liberdade, misericórdia, perdão, alquimia e misticismo, á milhares de anos, dando á humanidade a chama da oportunidade, para que cada ser humano possa chegar aos seus objectivos juntamente com a energia divina, a presença de Deus.
Representa o sexto e o sétimo raio, no Conselho Kármico, sendo a oportunidade do perdão e também a Mestra responsável pela pesagem do karma, sendo muitas vezes vista e representada pela balança, onde pesa os actos positivos e negativos que foram feitos em vida, e só a partir dali é que os seres terão o seu destino marcado.
Muitos encaram a Mestra Pórtia como um ser mais sério e com uma energia mais julgadora, mas muito pelo contrário, a Bem Amada Mestra é um Ser repleto de amor, perdão e misericórdia perante os humanos, representando a Chama Mãe do Raio da Justiça, ela encara também a sua face de mãe que protege e perdoa o seu filho, o que ela também nos pede para sermos em vida com todos que passam pelos nossos caminhos, saber amar e perdoar, são os melhores e mais rápidos caminhos para chegar á ascensão.
A Mestra Pórtia serve também na Hierarquia de Libra, uma das doze hierarquias solares, onde ensina a equilibrar as energias divinas em favor aos nossos corpos mais baixos, juntamente com o equilíbrio dos quatro elementos em nosso corpo etérico. Nesta Nova Era, ela tem vindo a ensinar aos seus devotos através de sintonização, o uso do equilíbrio perfeito entre as polaridades masculinas e femininas, sendo que todos os seres tem ambas as polaridades, e muitos nesta época tem que saber polariza-las sem que possa cometer danos á nossa alma e confusão ao ego, muitas das vezes as pessoas que recebem estes ensinos entendem mal o ensinamento, levando para casos como a homossexualidade, o que na realidade não tem nada a ver, tem sim a ver como conduzimos os nossos sentimentos, estarmos preparados para sermos pais e mães ao mesmo tempo, saber chorar, saber amar, saber fazer o que antes só os homens faziam e só o que as mulheres faziam, pois antes os homens eram conhecidos por ser mais fortes, mais ligados ao 1º Raio, da Força, já as mulheres eram mais graciosas e sensíveis, ligadas ao 3º Raio, do Amor, mas actualmente os pólos estão a mudar-se e agora os homens começam a tomar a sensibilidade e as mulheres a força, isto com a finalidade de renovação de energias, e também equilíbrio da alma.
A 1 de Maio de 1954, a Amada Mestra Pórtia e o seu complemento divino o Bem Amado Mestre Saint Germain, foram coroados os directores do setimo raio, da Chama Violeta, responsáveis pelos próximos 2000 anos, onde pretendem aplicar uma Era de Ouro no planeta Terra, com mais ascensões do que nos últimos 2000 anos, uma evolução cientifica e artística, e também melhoramento do ambiente e vida no planeta, como o fim de muitos problemas, tal como a poluição, destruição em massa da fauna e flora do planeta, entre muitos outros obstáculos que nos tem vindo a atrasar no nosso processo evolutivo.
A ascensão da Bem Amada Mestra Pórtia deu-se na civilização que existia no deserto do Saara, numa altura remota quase na mesma época da Atlântida, foi lá que ascendeu e prometeu ficar a espera do seu amado complemento divino, entrando em meditação profunda, no Grande Silêncio, lá ficou em meditação mesmo assim libertando a sua chama para o planeta e se revelado por vezes, em alturas em que era mais necessário, foi só em 1684, quando o Conde de Saint Germain ascende, deixado em muitos dos seus escritos dedicatórias a sua amada Mestra Pórtia (O Mercador de Veneza), foi ao seu encontro e ambos ficam em alto estado de meditação, nas oitavas de luz. Só na altura da coroação para directores do sétimo raio, é que eles terminam o seu processo de purificação e libertação de energia, devido a isso mesmo sejam referidos como um dos mestres com a energia mais intensa existente da nossa Hierarquia.
Tais poderes já podiam ser vistos pela humanidade na altura da corte de Luis XV e Luis XVI, onde o Conde de Saint Germain fazia vários processos de transmutação perante os olhos curiosos dos aristocratas franceses, inclusive Madame d'Adhémar, que deixou todos esses feitos por escrito nos seus vários diários, sendo que a última vez que a Madame d'Adhémar viu o Mestre, foi na Praça da Revolução, em 1793, onde este por detrás da estátua da Justiça, a Bem Amada Mestra Pórtia, vendo a Rainha Maria Antonieta ser executada na guilhotina, e logo em seguida acolheu a sua alma e levou-a consigo para o Templo da Caverna de Luz, do Grande Director Divino, na Índia.
Sempre que o Mestre Saint Germain saía para ajudar a humanidade, Pórtia permanecia em meditação profunda esperando por ele, tais foram os casos em 1939, quando o Mestre foi ajudar os Estados Unidos, e também na época de Napoleão.
Vejam a quantidade de séculos que a Bem Amada Mestra Pórtia ficou em profunda meditação, em ajuda ao planeta, o seu amor perante a humanidade não fica indiferente.
O nosso karma é julgado e pesado perante um grupo de seres ascensos tão iluminados e poderosos, por isso lembrem-se que cada acção, tanto positiva como negativa vai ser pesada na balança da Bem Amada Mestra e que devemos fazer de tudo para que a balança penda mais para o lado positivo do que o negativo.

   

Jai Gurudev

domingo, 30 de outubro de 2011

Lord Hanuman



Lord Hanuman, o ardente devoto de Rama, filho de Anjana e Vayu, Deus do Vento, nasceu nas montanhas de Anjana Giri. A mãe, Anjana, desde cedo que lhe foi atribuída uma maldição, em que um dia iria dar á luz um encarnação de Lord Shiva, e assim aconteceu, Hanuman, avatar de Shiva nasceu no seio da família.
A determinada altura na sua infância o jovem Hanuman, achando que tinha o poder todo inscrito nele, achou que deveria comer o próprio sol, pois ele era um Deus, logo poderia conter tudo em si, e assim o fez deixando todo o planeta perdido no meio de um eclipse, acabando também por engolir todos os deuses, só Rama é que conseguiu fazer com que ele acabasse com todo aquele desastre, pois Hanuman tinha uma devoção incrível perante o seu Mestre Rama.
Lord Hanuman teria diversos poderes, entre eles tornar-se minusculo ou um verdadeiro gigante, conseguia pegar em cidades com as mãos e transportá-las sem qualquer dificuldade. Conta as histórias que um dia, Lakshaman, irmão de Rama, tinha que ser salvo, estava prestes a morrer e a única coisa que o poderia salvar era uma erva que estava localizada na cordilheira dos Himalaias, Hanuman com tanta pressa, pois ele não queria que o amigo morresse, nem sequer ouviu a explicação de como era a erva, e ao lá chegar, aos Himalaias, ele procura por todo o lado a erva mas não sabia qual delas era, eram tantas, então arranjou a solução, ele aumentou o seu tamanho e com uma mão arrancou as montanhas e levou-as apenas com uma mão até Lakshman, a tempo para salvar o amigo, nesta bela história vemos que o poder da devoção é imenso e inacreditável, vejam que Deus está em tudo e todos, e o amor de Hanuman perante o amigo era tão grande, que ele foi capaz de trazer a montanha só para o salvar.
Outros feitos também são relatados em nome de Hanuman, tal como quando ele se junta ao seu amado mestre Rama, e ambos lutam contra os demónios, para libertar Sita, a esposa de Rama. Durante a batalha o Deus Hanuman, revela vários poderes (sidhis), desde conseguir mudar de tamanho, voar e ter mais velocidade, e é na sua luta contra o demónio Raxasa, que só pode ser derrotado se cinco fogueiras forem apagadas ao mesmo tempo, Hanuman assume a forma de cinco cabeças, a cabeça de macaco (Sri Hanuman), a cabeça de águia (Sri Garuda), cabeça de javali (Sri Varaha), cabeça de leão (Sri Narasimha) e cabeça de cavalo (Sri Hayagriva), e assim com o poder de cada avatar de Vishnu e inclusive o seu, ele apaga as cinco fogueiras e derrota o demónio.
Ao contrário de Rama, Hanuman é imortal, por isso viu o amigo morrer e permaneceu á espera da sua vinda, mais tarde como Krishna, por isso terá sido possível que ele tenha sido uma das poucas pessoas a ouvir o Bhagavad-Gita, por isso o Deus Hanuman representa o devoto ideal, fez sacrifícios, teve devoção e permaneceu a sua castidade.
Mesmo Hanuman ser um baramchari, um sacerdote, casou-se com a sua consorte Suvarchala, e permaneceu sobe a sua castidade mesmo depois de se casar, sendo que viviam mutuamente com pleno respeito um perante o outro, amando apenas a sua caminhada espiritual.
O Deus Hanuman não é só conhecido pelo sua extrema devoção, mas também pela sua alegria e brincadeiras que deliciavam e alegravam o coração de todos, além de ser uma boa divindade para inverter a energia negativa, ele repele toda a energia negativa que possa haver e também a que é trazida pelo Shani, o planeta Saturno, pois segundo histórias contadas, Hanuman capturou essa dita esfera que libertava energia negativa para o planeta, imagens representadas, onde aparece o Deus com uma esfera nas mãos, e lembrem-se que em tempos tão remotos o conhecimentos de astronomia era muito primitivo.
Lembrem-se sempre de Lord Hanuman, como um Ser imortal, cheio de devoção e que nada para ele era impossível, ligado também ao conhecimento alquímico, o Deus demonstra o ideal de devoto e também de filho, amigo e marido, dedicado a cada ser existente.


Jai Gurudev

Elohim Arcturus


Os Elohins que vou falar são o Bem Amado Elohim Arcturus e o seu complemento divino, a Bem Amada Victoria, ambos trabalham sobe a chama violeta da transmutação e libertação, ajudam a humanidade a se desligarem dos "nós" kármicos e a seguir em frente nos seus caminhos evolutivos.
A sua energia está localizada no seu retiro espiritual, no plano etérico de Luanda, na Angola, é lá que se localiza um dos chacras do Planeta Terra. Este templo é dedicado á liberdade e também a vitória do planeta perante todas as adversidades através dos tempos que temos passados, desde os tempos iniciais, lá também é trabalhada a chama da alquimia, do perdão e da misericórdia. Através do Templo, quem consegue e tem essa capacidade de ver, consegue vislumbrar pulsações de energia que vão em ressonância em direcção a toda a aura terrestre, e vem directamente dos corações dos Bem Amados Elohins, que estão em meditação e oração, a cada segundo, para nos ajudar a limpar todo o mal e energias negativas que possam nos estar a destabilizar e atrapalhar o nosso processo evolutivo.
A chama pessoal do Bem Amado Elohim Arcturus é de um tom violeta - púrpura, esta energia está mais ligada ao aspecto da acção cientifica e também à transmutação da liberdade, já a chama pessoal da Bem Amada Victoria é num tom orquídea, ligado ao perdão e misericórdia, ao aspecto materno do Amor à Liberdade.
Apenas no início do século XX, é que estes Bem Amados Elohins transmitiram com mais intensidade a sua chama para a humanidade, juntamente com a ajuda do Bem Amado Mestre Saint Germain, ambos trabalharam para que cada individuo conseguisse captar a energia da chama violeta no plano terrestre.
Nessa mesma altura muitos seres iluminados que estavam sobe o Silêncio Cósmico (Nirvana), um estado de meditação que pode demorar centenas de anos, vieram assistir ao trabalho do Mestre Saint Germain, que juntamente com os Elohins do sétimo raio, libertaram grande quantidade de karma do planeta e ascenderam seres com esse movimento.
Os Bem Amados Elohins Arcturus e Victoria, pedem que não nos deixemos cair na depressão do ego, que os problemas por vezes possam parecer muito grandes, caminhos cheios de armadilhas, para nunca desistirmos, nós somos centelhas de Deus, por isso temos poder sobre tudo o que nos passa na vida, basta sabermos usar esse poder que temos em nós. Não queremos sofrer, então temos que dizer bem alto para o nosso ego e a nossa alma, que não queremos sofrer, queremos ser felizes, só assim as energias se movimentam e nos levam a realizar grandes feitos.
Mais uma vez eles nos relembram que a humanidade tem que aprender que os seres de luz só nos podem ajudar se realmente chamarmos por eles, que só assim é que eles virão, pois somos regidos pela lei do livre arbítrio, e se não escolhermos que eles nos ajudem eles não podem interceder na nossa evolução, mesmo que eles queiram muito nos ajudar.
Acima de tudo eles tentam nos focar da energia que começa a descer sobe a terra nestes tempos e do poder que temos nas mãos, mesmo que nos achemos meros mortais, meros seres, eles nos relembram que temos poderes incalculáveis, que nem nós mesmos imaginamos, e que apenas nós, podemos dar um novo rumo ao planeta, que não esperemos que o milagre venha apenas deles, seres iluminados e ascensos, mas também de nós.
Unam-se a Energia dos Elohins do sétimo raio, eles amam a humanidade de tal ordem que consideram cada ser um filho, um filho necessitado de protecção e ajuda, e apenas nos querem ajudar incondicionalmente, liguem-se a sua energia.


Luanda, em Angola

Jai Gurudev

sábado, 29 de outubro de 2011

Ano 2012



2012 tornou-se um número carregado com simbolismo a partir do momento que foi revelado o calendário Maia, que acaba exactamente no ano 2012, mas o que muitos não sabem é que os Maias acabaram nesse ano porque nesse mesmo ano acaba e começa uma Nova Era, eles organizaram a Era de Peixes apenas, não porque o mundo iria acabar nesse ano.
A verdade é que muitos canais mediúnicos através dos últimos anos têm pedido orientação e informação a seres espirituais, inclusive "apanham" informações que estão na aura terrestre, muitas delas falsas e acabam por divulgar ao mundo e gerar o pânico á humanidade.
Entre cataclismos gigantescos que iriam engolir a humanidade, um ataque de um meteorito, uma enchente de desastres naturais e mortes inexplicáveis, muitas pessoas acabam por se sentir pressionadas pelo medo, o próprio ego, aflito, a pensar que vai acabar por morrer. Uma realidade é bastante visível, as pessoas começam a perder valores, começam a cometer mais loucuras e tristezas, entram numa desordem tal, como baratas tontas, todos correm e gritam por todos os lados, todos agora querem roubar, governar, querem tudo, pois pensam que tudo vai acabar.
Não se deixem cair nas garras do Maya (Ilusão), que nos engana totalmente e nos deixa a pensar que tudo que nos é dito é verdade. Sempre que entram em contacto com seres espirituais ou captam informações da aura terrestre, questionem a informação, lembrem-se que os anjos, mestres, arcanjos, todos os seres espirituais, não levam a mal quem os questiona, muito pelo contrário.
Vão ao encontro da verdade, ou então podem acabar engolidos nessas falsas profecias, muitas delas divagadas por seres de baixo astral, inclusive, já vi isso a acontecer, que passam essas informações para se vingarem e verem a humanidade em desespero, acreditem que existem muitos seres que se sentem felizes por nos ver mal e nos ver sofrer de dia para dia, em busca do final da nossa existência.
Se me perguntarem o que sei sobre o que se vai passar no próximo ano, eu apenas sei que nada disso irá acontecer, de tudo que foi dito, sinto, pois esse é um dos poucos e maravilhosos meios de saber, que será uma grande oportunidade para a humanidade finalmente dar um passo de gigante na sua evolução e se tornar uma grande nação ascensionada.
Sei e sinto que muitas portas serão fechadas para nós, pois no presente já as vejo a fechar, mas também sei que muitas outras se abrirão, portas essas que serão verdadeiros tesouros, verdadeiros caminhos directos a Deus.
Mais do que nunca apelo ao Amor Incondicional, amem, amem tudo e todos, lembrem-se que somos todos filhos do mesmo Pai, nós, humanos, os animais, as plantas, as rochas, os mares, as estrelas, amem cada momento, amem tudo, pois Deus está em tudo.
A maior virtude não é amar o nosso irmão, a nossa mãe ou até os nossos amigos, a maior virtude é saber amar até o maior dos nossos inimigos, as pessoas que não gostam de nós, isso sim é o amor incondicional, qual for o ser que ali estiver perante nós, devemos amá-lo com todo o nosso ser.
Chega o momento de uma grande limpeza kármica e de grandes oportunidades, vamos aproveitar para fazermos tudo da melhor maneira.
Não sintam medo do que pode vir, o medo é um fruto do ego, não é uma característica da Alma, vamos nos deixar ir com a energia, ela vai nos levar para um porto seguro.

Jai Gurudev

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Mantras



Os Mantras são palavras em sânscrito, palavras, sons ou frases que se é repetido em meditações. A vibração que é emitida pelo cântico destes mantras provocam uma limpeza e purificação do corpo e da alma. Palavras sagradas que foram transmitidas pelos séculos com a intenção de ajudarem os homens a evoluir mais facilmente, quando entoados em voz alta ou até mesmo em silêncio, e o seu segredo é saber como usar esta arma tão poderosa de protecção e ascensão, é uma técnica que não só advém de cantar o mantra mas também de o sentir fluir do nosso coração.

Om : Este é o mantra primordial, o som da Criação, o Som Divino e mais protector e forte do Universo, representa o Passado, Presente e Futuro.

Aham Brahma Asmi : Um dos mantras mais "abstractos" pois não está ligado com nenhuma divindade em especifico, mas sim com a união de tudo existente no Universo.

Om Namo Narayanaya : O mantra que aconselho a todos fazerem, ligado a Vishnu, a divindade Paterna, traz para a pessoa que o pronuncia Amor Divino e Incondicional, Luz Divina e ligação com Deus.

Om Dum Durgayei Namaha : Ligado a Mãe Durga, este mantra fornece protecção a todo o mal externo e interno que nos possa tentar deitar abaixo.

Om Gum Ganapataye Namaha : Este mantra ajuda a resolver problemas e dificuldades, a trazer a nós as soluções e também a unir o desejo com a concretização do mesmo.

Om Hanumanthaya Namaha : O mantra está ligado ao Deus Hanuman, e traz a quem o entoa a energia da vitória e também da alegria.

Om Kali Ma : Ligado á Deusa Mãe Kali, deusa da destruição, é um mantra extremamente forte que invoca a energia da destruição de todo o mal e a elevação da alma ao encontro da Divindade.

Om Mani Padme Hum : Conhecido como o mantra do Lótus, é de uma suavidade e amor incrível, ajuda a harmonizar e traz consigo a energia da compaixão.

Om Namah Shivaya : Este mantra está ligado ao Deus Shiva, e ajuda a libertar força, independência, protecção e ambição.

Om Radha Krishnaya Namaha : Mantra do matrimónio, eleva a energia do amor e da união, ligado aos Deuses enamorados, Krishna e Radha. Ajuda a unificar laços e relações.

Om Shreem Maha Lakshmiyei Namah : Ligado á Deusa Mãe Lakshmi, traz prosperidade e abundância, tanto a nível espiritual como físico.

Om Sri Ramaya Namah : Este mantra ajuda no balanço da energia entre a vida e corpo do devoto, e chama a presença do Guru Interno para o nosso auxilio.

Om Tare Tuttare Ture Swaha : Usado para limpar todas as impurezas no nosso corpo e alma, ajuda a entrar em meditação mais profunda e também a resolver problemas, clarifica a mente.

Tal como estes mantras, claro, existem muitos outros, mas deixo aqui estes pois sei que são muito bons para entoar. Devo lembrar que a vibração energética libertada pela entoação de mantras, é libertada pelo nosso corpo e em seguida vai em direcção á aura do planeta para ajudar a Humanidade.
Por isso, o trabalho mântrico, ajuda muito mais do que o ser individual mas sim todo o planeta a ascender mais facilmente, inclusive podem entoar as 108 vezes, do mantra, dedicados a alguém ou até mesmo a algum local, a energia será libertada toda para o destino que optarmos por dar.


Jai Gurudev

domingo, 23 de outubro de 2011

Arcanjo Ezequiel



O Bem Amado Arcanjo Ezequiel e o seu complemento divino, a Bem Amada Arqueia Ametista, dirigem o sétimo raio da Hierarquia Planetária, juntos moldam a Chama Violeta da Liberdade, Transmutação, Alquimia, Perdão e Justiça, as mesma qualidades divinas, que o Bem Amado Mestre Saint Germain e o seu complemento divino, a Bem Amada Mestra Pórtia, trabalham.
Juntamente com centenas de seres iluminados e as suas hostes angelicais, estes Bem Amados Arcanjos servem no Templo da Purificação, este uma vez no passado foi presente no plano físico na Era Atlante, agora está presente no plano etérico, sobre a ilha de Cuba.
Sacerdotes da Chama Sagrada na Atlântida foram treinados na Ordem de Lord Ezequiel, com o intuito de no momento presente a ilha não afundar, isto porque esta ilha faz parte da Atlântida, e foi segura através de sistemas alquímicos que estes mesmos sacerdotes fizeram para ela aguentar o cataclismo.
O trabalho que o Bem Amado Arcanjo Ezequiel lidera é repleto de forças misticas, capazes de mover oceanos e continentes, até mesmo estrelas, todos os milagres que se deram tanto pelos santos, mestres e muitos outros seres se deram principalmente pela acção da sua Chama Alquímica, que é capaz de transformar o mais básico e sujo pedaço de carvão, no mais belo, brilhante e límpido diamante, e é isto que nós, Seres Vivos, tanto animais como Homens, estamos no Planeta Terra a fazer, a tornar a nossa alma de carvão em belas e brilhantes almas diamantes.
Quando menciono a energia de o Amado Arcanjo Ezequiel lembro-me logo de dois milagres, talvez que me toquem mais, a separação do Mar Vermelho feito por Moisés, actualmente o Bem Amado Mestre Ling, e o milagre da transmutação do pão em rosas feito pela Rainha Santa Isabel, actualmente a Bem Amada Mestra Isabel. Isso porque tanto no caso de um como do outro, receberam iniciação na Ordem de Lord Ezequiel, assim com a sua energia e poder, conseguiram fazer estes maravilhosos milagres.
O trabalho destes Arcanjos está focado no chacra do Portal da Alma, o oitavo chacra, que está acima da acima do chacra coronário, que mais adiante poderei falar melhor dos cinco chacras da Alma, e o melhor dia para ligação com esta energia é aos sábados, quando ela se manifesta mais intensamente no plano terrestre, mais próximo da crosta terrestre.
O Nome Ezequiel significa "A Justiça de Deus", e na tradição rábica, este Arcanjo é conhecido como o anjo da benevolência, misericórdia e memória. Em muitas outras tradições é conhecido como o anjo que parou Abraão quando este estava perto de sacrificar o filho Isaac. A Bem Amada Arqueia Ametista fez parte dos anjos que ajudou Jesus quando este estava em expiação no Jardim do Getsêmani.
No seu retiro espiritual, o Bem Amado Arcanjo Ezequiel prepara as crianças de Deus para se tornarem sacerdotes e sacerdotisas da Ordem de Melquisedeque. No dias da Atlântida, tanto Jesus como Saint Germain, ainda pequenos, nas suas vidas na altura, se iniciaram e estudaram no Retiro do Bem Amado Ezequiel, que os tornou a ambos sacerdotes.
Os Bem Amados Arcanjos Ezequiel e Ametista, falam do propósito humano e o deles também, tornarem cada individuo livre, da importância de libertamos todo o karma negativo e ascendermos o mais rápido possível para junto da energia de Deus.
Eles ainda explicam como limpam o karma negativa, como é rápido, basta perdoar, não só os outros mas também a nós próprios, e num momento estamos cobertos de novelos de energias negativas e carregados com um karma intenso e depois de libertarmos tudo que temos sobre nós, tudo se limpa, e ficamos com uma aura limpa, um karma puro e preparado para ascender, e para isso basta invocar a Chama Violeta, limpem-se com ela e em seguida preencham a vossa aura com a Chama Trina, a união da Chama Rosa, Amarela-Dourada e Azul.
Os Anjos podem realmente criar milagres nas nossa vidas, mas para isso temos que chamar por eles, não nos podemos limitar a ficar a espera que venham ter connosco, o Arcanjo Ezequiel fala disso, da lei Cósmica do livre arbítrio, em que os anjos não podem interceder na nossa vida sem nós lhes darmos autorização para tal, e claro se não acreditamos neles eles também não podem nos ajudar, se não tivermos fé, pois eles existem mas se nós apenas pedirmos porque simplesmente precisamos, mas nem sequer temos crenças da sua existência, eles não conseguem chegar perto de nós, devido á nossa energia descrente.
A Bem Amada Arqueia Ametista fala do trabalho da Cristaloterapia e de todo o processo evolutivo e kármico que fazemos juntamente com as pedras, ela explica-nos que aos trabalhamos e limparmos a nossa aura e alma com as pedras ajudamo-nos a nós próprios e também ás pedras que nos estão a ajudar a nós, por isso conseguimos aceder a mais karma positivo e mais facilmente conseguimos libertar a chama ascensional em nós. A Bem Amada Arqueia, é o aspecto da Mãe da Liberdade, de todas as evoluções planetárias, e cada ametista, pedra, tem contida nela esse mesmo aspecto da Mãe, da Arqueia Ametista.
O Retiro Espiritual fica focado no plano etérico da Ilha de Cuba, liguem-se a ele e também aos Arcanjos Ezequiel e Ametista, grande tesouros conseguirão tirar das suas energias.

Ilha de Cuba
Jai Gurudev

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Japa Mala - O que é e como usar



Primeiro de tudo, o que é uma Japa Mala? Uma Japa Mala é um cordão com 108 contas, que são utilizados para ajudar na contagem de orações ou entoações de mantras, sendo que existem de três tamanhos, as mais pequenas, de 27 contas, em seguida de 56 contas e a maior é a de 108 contas, a maior.
O material de que é feito é muito diversificado, mas tem sempre grande simbolismo e também transporta a sua energia consigo, tal como a essência de mantras e seres específicos. O nascimento da Japa Mala é muito remoto na História da Humanidade, mas provêm da Índia, sendo a sua etimologia Japa (Recitação) e Mala (Cordão), é dado como um rosário espiritual. Este objecto sagrado foi trazido para o Ocidente pelos Romanos e como o nome Japa é muito idêntico a Jap (Rosa), deram o nome de Rosarium, que actualmente podemos ver nos ditos "terços", que toda gente tem, ou teve.
As mais antigas e primitivas Japa Malas eram feitas de contas de sementes e madeira, de locais sagrados, actualmente podem também ser encontrados, mas muito mais trabalhados e com um grau de pureza maior, entre todos os materiais existentes podemos encontrar Japas com os seguintes materiais: Rudra, Sândalo, Semente de Lótus, Quartzos, Tulsi, Turquesa, Jade, Sementes de Bodhi do Nepal, Pérolas, Madeira de Rosa, entre muitos outros materiais.
 Cada material tem a sua energia espiritual, tendo mais ligação com certos tipos de divindades, mantras e energias.
Ora, agora a segunda parte e a mais importante, como usar uma Japa Mala? O que devemos saber logo de raiz é que depois de a Japa Mala tocar na nossa pele, ela fica com ligação a nossa alma, é nossa e não deve ser emprestada a ninguém, é um objecto tão pessoal, pois vai carregar a nossa energia durante muito, mas muito tempo. Caso deseje limpar a energia que a Japa carrega lave-a com água do mar.
Quando é utilizado a Japa Mala, em oração ou entoação de mantras, nunca devemos tocar nas contas com o dedo indicador (façam como está na imagem), sendo que o dedo polegar deve contar o mantra em cada conta e ser o único dedo a mexer nas mesmas. Começa-se sempre pelo Meru ou Coroa, a zona que tem os fios de tecido a cor vermelha, laranja ou outra cor, e deve dar a volta completa, no fim da volta se desejar continuar a fazer os mantras, deve fazer o mesmo trajecto mas ao contrário, ou seja, começar na conta que acabou, no final acaba na cabeça da Coroa, na conta que fica de fora.
A recitação de mantras deve ser feita numa posição confortável, de olhos fechados e em voz alta, mas pode também fazer em silêncio ou fazer até no dia a dia, sem qualquer problema, pois manifesta a energia do plano divino na nossa Alma, imediatamente.
Deve-se no minimo fazer 108 repetições do mantra, mesma que tenha uma Japa Mala de pulso, que são apenas 27 contas, deve repetir até chegar ás 108 repetições. Deve sempre guardar a Japa Mala num local seguro, limpo e sagrado, próprio para ela, pois a Japa Mala deve ser mais que tudo um objecto de grande valor, sagrado, e não um simples artefacto que passado uns tempos é deitado para o lado, é algo único e especial, por isso deve estar num altar ou num local que possa estar em contacto com a energia divina.
A Japa Mala deve ser dada por um professor ou quando comprada, deve ser escolhida pela intuição, pelo o que o nosso coração nos diz, tal como o mantra que se adapta mais a nossa missão, lembre-se que é um trabalho conjunto entre a Japa Mala e a pessoa que a usa.

Algumas das Japa Malas mais usadas:

Japa Mala de Rudras - Esta foi a minha primeira Japa Mala, escolhida na altura em que fiz a iniciação em Atma Kryia. Liberta um aroma fantástico e um pó alaranjado, pois as Rudras são sementes de uma árvore sagrada que o Deus Shiva materializou, este aparece nas gravuras a segurar ou Rudras, ou uma Japa Mala de Rudras. Está ligada a uma energia destruidora, forte e protectora, e também ao Deus Shiva. O mantra ligado a esta Japa Mala é Om Namah Shivaya, mas lembre-se que o mantra é a pessoa que tem que o sentir, veja outros mantras que o possam ajudar.


Japa Mala de Sândalo - A Japa de Sândalo é leve, mas feita de madeira da árvore sagrada da Índia, que é muito usada para fazer as estátuas das divindades, devido á sua ligação com a energia dévica. Também liberta um aroma muito suave e característico, dizem ser a fragrância que Deus nos deu para acalmar a mente. Na realidade esta Japa Mala ajuda a controlar a mente em meditação, e mais facilmente se entra num estado profundo de meditação com esta. Está ligada ao Deus Brahma, e os mantras indicados são o Om e Aham Brahma Asmi


Japa Mala de Tulsi - Tulsi é a madeira mais adorada na Índia, dizem ser a reencarnação da Mãe Lakshmi, numa das suas visitas no plano terrestre, por isso a planta ser tão adorada. Este material é conhecido pelos poderes curativos da Alma e do Físico, e também da abertura á devoção e ao amor divino. Ligada a várias divindades, como Ram, Vishnu, Krishna, Radha e Lakshmi, esta Japa Mala tem diversas potencialidades energéticas, sendo os mantras mais ligados, Om Namo Narayanaya, Om Sri Ramaya Namah e Om Radha Krishnaya Namaha.


Tais como estes existem muitos outros tipos de Japa Malas, é uma questão de pesquisarem e procurarem por um que "chame" por vós.
Mais adiante, postarei uma lista de mantras que vos poderão ajudar em muitos pontos e aspectos e também, caso tenham a vossa Japa Mala, a encontrar o vosso próprio mantra, a trabalhar.

Jai Gurudev

domingo, 16 de outubro de 2011

Santa Filomena



Filomena nasceu perto do Séc. III d.C., na Grécia, filha de pais ricos e poderosos, tal como aconteceu com muitas outras santas. Ao nascer, sendo filha única da nobre família, foi chamada de Lumena, uma alusão á luz divina que tinha se apoderado da família, que finalmente tinha dado uma menina ao casal, só no dia do batismo é que foi chamada de Filomena (Filha da Luz).
A vida correu normalmente como correria para qualquer criança, até chegar os seus treze anos, quando o pai de Filomena foi levado ao encontro do Imperador Romano Diocleciano, que desde logo ficou fascinado com a beleza da pequena menina, e pediu em troca da paz entre a Grécia e Roma, a mão de Filomena, esta ficou aterrorizada, pois tinha se casado com Deus e não com um Imperador, implorou a seus pais, que não entenderam pois não regiam na fé cristã, nem em valores divinos, apenas lhes interessava que a filha se tornasse uma Imperatriz e lhes desse a paz da Grécia, juntamente com fortuna.
Com muito custo ela foi entregue ao Imperador que por muitas tentativas tentava atrair a jovem Filomena, mas ela permanecia fiel a Deus e á sua fé. O tirano já exasperado e consumido por forças do baixo astral, ordena que prendam Filomena nas masmorras do palácio, em Roma. Durante 37 dias, Filomena era apenas solta das correntes para comer um pouco de pão e beber um pouco de água, por dia, e em seguida espancada por soldados e pelo próprio Imperador Diocleciano, mas todas as noites, anjos desciam dos céus e curavam todas as suas feridas, dando-lhe a aparência pura e saudável no dia seguinte, que irritava ainda mais o Imperador.
Três dias antes de ser libertada, Filomena foi testemunha de uma aparição de Jesus e Maria, esta lhe disse que ela iria ser solta, mas que a maior da batalhas ainda viria, mas que não temesse pois o Arcanjo Gabriel viria em seu auxilio, o que tornou a jovem Filomena, tão nova, consciente desde logo do seu destino de mártir.
O Imperador ao 37º dia, farto da insistência de Filomena ao negar o casamento, ordenou que a levassem para Praça pública, onde seria despida e acorrentada a uma coluna, lá foi flagelada e apedrejada, fazendo brotar sangue das suas feridas, ficando praticamente morta, o que deixou o Imperador mais feliz, deixando-a novamente nas masmorras, para que morresse de uma vez por todas.
Mas isso não aconteceu, tal como a Rainha dos Anjos tinha prometido, o Arcanjo Gabriel veio com outros anjos, em seu auxilio, e limpou as feridas com óleo de bálsamo, restaurando cada ferida, cada pedaço de pele, libertando-a de cada dor.
Quando disseram o acontecido a Diocleciano, este ficou completamente absorto, mas mesmo assim teve a audácia de levá-la perante todo o povo e dizer que a cura se tinha dado com a graça do deus Júpiter, um sinal que Filomena era na realidade a escolhida para ser a Imperatriz de Roma. A Santa discordou de tudo que ele disse, afirmando que o milagre se tinha dado com o poder de Deus e da sua fé, o Imperador ficou enraivecido e ordenou que amarrassem uma âncora ao seu pescoço e a lançassem ao rio Tibre, mas mais uma vez os anjos de Deus estavam a vigiar a Santa Filomena, que foram ao seu auxilio, no fundo do rio e cortaram a corda, e a levaram para a margem do rio, fazendo com que inúmeros expectadores se convertessem naquele momento ao Cristianismo.
Diocleciano disse a todo o povo que assistiu que aquilo tinha sido obra de magia, mas no seu interior sentia medo mas ao mesmo tempo ódio profundo por Filomena, por isso ordenou mais uma vez que fosse levada para as masmorras e desta vez fosse atacada por flechas de vários soldados que se divertiram a feri-la.
A Santa caiu num sono doce e profundo, mesmo que o seu corpo estivesse frio e completamente ferido, a sua alma estava aconchegada no calor de Deus.
Ao ao acordar completamente curada e sem qualquer dor, o Imperador já farto de Filomena, ordena que esta seja trespassada por flechas bem afiadas, que a pudessem ferir profundamente, mas no momento do massacre, as flechas negavam a ser lançadas, ficavam estáticas e nem o mais forte arqueiro conseguia lançar uma única flecha. Mas Diocleciano mesmo cheio de raiva não desistiu, ele mandou arder as pontas das flechas, para tentar acabar com o efeito da "magia", mas ao lançarem as flechas estas voltavam para trás ao encontro de quem a disparava, ferindo seis arqueiros, e os restantes converteram-se.
Sem qualquer solução já na sua cabeça, o Imperador Romano ordena que a sua cabeça seja cortada com um machado, e foi só nesse momento que a alma da Santa Filomena foi levada pelo Arcanjo Gabriel aos Céus, onde foi coroada com a ascensão.
Foi só em meados do século XIX que a Santa Filomena foi revelada ao Mundo, pela Madre Maria Luisa de Jesus, a "Serva de Deus", na cidade de Nápoles, em 1833, onde manteve um contacto directo com a Santa, que lhe revelou toda a história da sua vida no nosso planeta.
No dia 24 de Maio de 1802, numas escavações nas catacumbas de Roma, foi encontrada uma sepultura com três placas, onde se lia "LUMENA", "PAXTE" e "CUMFI", que se lendo conforme a altura romana, começando pelo meio, fim e inicio, seria PAX TECUM FILUMENA, ou seja "Paz esteja contigo Filomena".
Logo foi reconhecida pelo Vaticano e as suas relíquias também levadas para serem guardadas, inúmeros milagres foram reconhecidos por autoria da Santa, inclusive o corpo da mesma movia-se dentro da sepultura que foi feita no seu santuário, o seu sangue que estava em pó no seu corpo e que foi recolhido e tem a propriedade de reconhecer o bem do mal, muitas das vezes aparecerem pedras preciosas dentro dele quando reconhece uma boa pessoa, e quando acontece o contrário o sangue torna-se negro, como carvão.
A sua festa litúrgica é festejada no dia 11 de Agosto e considerada patrona dos jovens e dos estudantes.
Mais uma vida para conhecerem e tirarem o melhor dela para as vossas vidas, nem sempre a melhor arma é ceder mas sim mantermos-nos fieis aos nossos ideais, á nossa fé.



Jai Gurudev

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Templo da Transmutação


Actualmente a Chama Violeta está localizada em mais de que um só local, está principalmente focada em três pontos principais, na Transilvânia, nas Montanhas Rocky e Table, nos EUA.
Mas sendo a Gruta dos Símbolos, nas Montanhas Table, nos EUA, o retiro espiritual actual do Bem Amado Mestre Saint Germain, pois vos aconselho a irem ao seu encontro, peçam antes de dormir para irem ao encontro do seu retiro, para que possam vivenciar a energia divina da chama violeta, pois é uma energia necessária para crescermos tanto a nível espiritual como físico e psicológico.
Mas também podem ir ao encontro da Catedral da Chama Violeta, nas Montanhas Rocky, nos EUA, uma catedral no plano etérico, no estilo gótico, bela, completamente feita em diamante e pedra branca com uma luz intensa violeta a emanar dela, que tem características tão especiais, como os sinos de cristais que tocam melodias suaves mas vibrantes que harmonizam e limpam a nossa aura antes de entrarmos nela, tal como em vez de vermos a tipicas gárgulas existentes nas nossas catedrais góticas terrenas, lá podemos ver sim belo anjos esculpidos, que protegem o templo, num silêncio divino, motivos flamejantes que a ornamentam e os belos e gigantescos vitrais que funcionam como uma terapia dentro da catedral, cromoterapia é feita em conjunto da chama violeta aos seres que visitam a Catedral da Chama Violeta. Lá dentro podemos ver seres peregrinos de cada parte do universo, pois todos sentem afinidade com esta chama, da liberdade, da transmutação e compaixão, todos esses seres são acariciados pela presença daquela chama divina que repousa no altar majestoso, e emana continuamente a sua luz e calor a todos ali presentes e ao planeta.
A Catedral da Chama Violeta é o grande símbolo da Mãe Divina, a Grande Mãe da Chama Violeta, é lá que a presença da Bem Amada Mestra Pórtia e da Bem Amada Mestra Quan Yin, se concentram mais, pode-se sentir grande amor e compaixão neste templo, pois a Mãe está ali, a nossa espera de braços abertos, qual seja o ser, qual seja a sua história, a Mãe espera sempre o seu filho para lhe dar todo o seu amor e o perdão.
   A Gruta dos Símbolos é o retiro espiritual de Saint Germain, localizado nas Montanhas Table, uma gruta completamente decorada e transformada em uma câmara iniciática, uma verdadeira mansão dentro da montanha. E lá que juntamente com a Bem Amada Mestra Leonora, trabalham a chama da alquimia e da ciência, um local escolhido para a entrada dos iniciados á chama violeta.
O Templo da Transmutação e da Liberdade, na Transilvânia, Roménia, é uma verdadeira mansão etérica, um palácio medieval, que emana uma grande chama violeta. A entrada, um enorme portão, repleto de inscrições hieroglíficas de fórmulas alquímicas para o caminho da ascensão, tal como se podem ver frases em latim á entrada, salientando que apenas os que libertaram as doenças do karma é que poderão passar por ali em diante, uma frase direccionado para o nosso ego carnal, que insiste em viver em culpas e problemas, doenças que impedem a alma de evoluir.
Ao passar pelo portal gigantesco, inscrito e com uma enorme estátua de cada lado, pode-se ver um grande corredor, todo iluminado com candeeiros de cristal, nas paredes vitrais e quadros belamente requintam tal ambiente etérico, ouve-se a melodia da harpa e do violino, parecem sair de cada parede, cada recanto. Os tectos estão belamente pintados com anjos querubins, flores e figuras mitológicas, um aroma a lavanda é possível se sentir no ar, enquanto caminhamos pelo corredor tão recto e extenso, dando tempo para aproveitar cada momento, cada passo.
Ao final do corredor encontra-se uma porta, que vai dar a outros corredores, estes que percorrem o Templo, indo ao encontro de câmaras iniciáticas e locais de meditação e tratamento da alma, pois é possível ver-se muitos seres irem ao encontro de médicos astrais, ali, para limparem a sua aura, para mudarem certos aspectos do seu ego, fortalecerem a alma.
Sou guiado intuitivamente para o pátio do palácio, aberto ao ar livre, um belo jardim de arbustos e rosas, dispostos em formas labirínticas, ornamentam aquela parte do Templo, naquele labirinto somos convidados a treinar a nossa intuição, indo através de vários caminhos, orientarmo-nos com o coração, deixando a mente, o ego, para trás. Existem neste labirinto várias pequenas paragens, cada uma tem  uma estátua, belas, todas com significados diferentes, aí somos convidados a decifrar a mensagem dessa mesma estátua.
Depois de passarmos essa parte do Templo, entramos numa grande câmara, de portas de prata, com mais inscrições, no topo desse mesmo grande portal pesado, pode-se ver as letras gregas, Alfa e Omega, ao entrarmos podemos vislumbrar um grande salão redondo, e no seu centro está um ser sentado numa poltrona, que medita e ora de olhos fechados permanentemente, como se tivesse embebido num transe profundo. Uma chama arde perto desse ser e conforme outros seres aproximam ele vai lhes dando uma mensagem,como um Oráculo.
   O Templo é um verdadeiro labirinto em si, mas para chegar á grande câmara da Chama Violeta basta seguir o nosso coração, ele leva-nos lá, mas nesse momento é possível se sentir grande medo ou receio, pois a mente tem muito medo desta chama, é a chama da libertação. Ao entrarmos pelos portais de ouro, encontramos uma sala com uma pira gigantesca, com a bela e maravilhosa Chama Violeta a crepitar, sacerdotes do templo, vão passando pela pira e lançando bolhas de energia, negativa, para a chama e esta arde ainda mais, como se tivesse a ser alimentada.
Aproximem-se da pira e lancem tudo de negativo que haja inscrito na vossa alma e no vosso corpo, defeitos, problemas, traumas e doenças, deixem a Chama queimar, transmutar tudo que é baixo astral para o regaço de Deus.
Depois fui guiado até á entrada do Templo, cheia de inscrições alquímicas, por um ser, talvez um sacerdote, pois estava também ali, dentro da câmara da Chama Violeta, um ser muito belo, com uma túnica branca e uma cruz de malta dentro de uma estrela embutida na gola da túnica. Olhou para mim e apelou a voltar a este Templo, para continuar a tratar da minha própria alma, e apelou a todos os seres do planeta, pois eles trabalham a cada segundo para a nossa ascensão, e por isso esperam por nós, para se ligarem á Chama Violeta, que é tão importante nesta Nova Era. Deu-me a mensagem e despediu-se de mim, com uma grande abraço fraterno, cheio de carinho.

"A Liberdade que vês nas águias, nos falcões, nos pássaros, é uma liberdade que o Homem ainda não entendeu e parece não querer entender, pois eles são livres porque vivem através da intuição, vivem com o coração. A Liberdade só existe quando nos desprendemos de nós próprios, quando tomamos a iniciativa de sermos na realidade livres. Estou aqui a guiar-vos eternamente, a cada momento, pois todos vós são meus irmãos, somos todos Um, somos Deus.
Eu Sou o Bem Amado Mestre Saint Germain."

Transilvânia, na Roménia
Jai Gurudev

sábado, 8 de outubro de 2011

Visualização: Ao Encontro do seu Elemental Pessoal



Desta vez vamos ao encontro do nosso elemental pessoal, pois como já disse anteriormente temos imensos seres que nos ajudam no nosso processo de ascensão, e cada pessoa tem o seu próprio elemental pessoal, ou elemental interno, que nos ajuda a harmonizar o corpo físico e mental, nos nutre e equilibra.
No meio de tanto stress e no reboliço desta época, nada melhor que entrarmos em contacto com estes seres de luz que nos querem ajudar, basta lhes darmos as mãos e eles farão o resto.

- Comece por se sentar, com a coluna direita, para a energia kundalini transitar na sua alma sem qualquer obstáculo. Feche os olhos, relaxe o corpo e a mente.
- Inspire e Expire, calmamente, e quando estiver preparado diga 3 vezes o mantra "OM", sinta a vibração do mantra no seu corpo, é o som da unificação do universo, o som primordial.
- Visualize uma luz intensa a percorrer o universo a grande velocidade, essa luz vem ao seu encontro, ela entra pelo seu chacra coronário e ilumina-o, desce até ao chacra frontal e também o ilumina, e assim por cada chacra, até chegar ao básico.
Está completamente iluminado(a), visualize o seu chacra cardíaco, este completamente iluminado, vê-o a projectar grande luz que o envolve completamente.
- Depois de ser engolido pela luz, começa a focar o olhar e vê uma paisagem etérica, um bosque cheio de flores e árvores, um lago e uma cascata, iluminado com a luz do crepúsculo ou do amanhecer, o céu rosado e a brisa fresca e suave toca na sua cara.
- Passeie por esse belo local, sinta a sua energia, experiencie essa dimensão da luz, sinta para onde o seu coração o levar, vá para esse local que tanto se sente melhor, perto das flores, da água, das árvores, qualquer que seja o local, sinta a sua energia, sente-se e diga mentalmente 3 vezes o mantra "OM SHANTI", logo em seguida esteja atento a energia que se aproxima a sua frente.
- Olhe em frente e veja o seu elemental pessoal a caminhar na sua direcção, veja-o a aproximar-se e ir ao seu encontro, veja o amor que ele transmite no seu olhar. O seu elemental pessoal vai trazer uma prenda na sua mão e lhe vai dar, essa prenda pode ser algo ligado a ele, ao seu elemento.
Depois de a receber coloque-a no seu chacra cardíaco, assim saberá que o seu elemental pessoal vai estar sempre consigo, bem perto a ajudá-lo no seu caminho espiritual.
- O elemental pessoal despede-se de si, abraçando-o, e vai se unindo ao seu corpo, fundindo-se consigo, agora são um, apenas um. Caminhe na direcção da luz por onde entrou, volte ao seu corpo, fique um pouco de olhos fechados calmo a interiorizar a energia, calmamente vá abrindo os olhos e mexendo os membros.
Agradeça o contacto com o seu elemental pessoal, e leve consigo este belo contacto, bem guardado no seu coração.

Jai Gurudev


quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Os Devas das Estações

Com a precipitação da energia na entrada na Nova Era, muitas coisas irão mudar, a nível espiritual e também físico, principalmente os climas.
Já tem sido investigado, tanto a nível cientifico como espiritual e mediúnico, e já podemos sentir a olho nu, a mudança dos climas e da temperatura. Uma certa desordem é possível se sentir, em épocas que deveríamos sentir frio, chuva e vento, o clima fica quente, abafado e extremamente solarengo, já no Verão, quando deveria ter um clima mais quente começa a ter lugar de ventos e chuvas.
Na realidade estamos numa fase de transição na posição do planeta, e a linha equatorial está a mudar aos poucos, isto já aconteceu á 2000 anos, e também há 4000 anos. O que acontece é que antes conseguíamos ver e sentir as quatro estações do ano, distintamente, sem qualquer problema, sabíamos que na Primavera as flores começariam a brotar, o sol começava a aquecer um pouco mais e a chuva começava a escassear, que o Verão seria quente, um pouco mais abafado e em seguida viria um Outono com trovoadas, as folhas a cair, chuva mais fortes, começava os ventos e o frio, que dariam entrada para o Inverno, que entre chuvas, neve e rajadas de vento e frio, nos faziam ficar bem agarradinhos aos cobertores naquelas noites de Dezembro. Mas com a mudança de energia na Terra e também da linha do equador, que agora vai vir um pouco mais para cima, ao nível dos países baixos do mediterrâneo, os quatro Devas das Estações, pois cada estação tem um deva ligado a si, que lidera a energia daquele período de três meses, responsáveis pelas características físicas da estação.
Cada deva tinha a função de ajudar, como fazer brotar plantas, o calor, a chuva, entre muitas outras acções das estações, mas agora eles foram dispensados desse cargo, pois a sua missão está completa e eles vão ascender a outro estágio, enquanto isso virão outros dois Devas, responsáveis pelas novas estações, que agora apenas serão duas, a primeira será muito parecida com a Primavera, tempo ameno, pouca chuva e calor ameno, as flores brotam e dão frutos, uma estação colorida, que cai ocupar os primeiros seis meses do ano, e a segunda estação será parecida com o actual Outono, se dará a reciclagem de toda a matéria morta, a temperatura será um pouco mais abafada, com mais chuva, ocupando os últimos seis meses do ano.
É claro que até esta mudança estar no seu sublime auge, ainda vai demorar um pouco, ainda teremos alguns anos com um grande descontrole dos climas, mas actualmente já dá para sentir essa grande mudança, que "ajudará" ao degelo dos pólos, que vai mudar a geografia do planeta.

A verdade é que muitas das mudanças no início podem parecer assustadoras, sem sentido, cruéis talvez, mas nenhuma mudança é negativa, a própria palavra mudança é positiva, tudo tem uma razão de acontecer, e se esta mudança se está a dar e a modificar o nosso planeta é porque existem razões divinas para tal.

Jai Gurudev

domingo, 2 de outubro de 2011

Mestre Saint Germain


Estamos a chegar ao final de um ciclo das energias dos sete raios da Hierarquia Branca, e este mês tratamos do sétimo raio, o Raio Violeta, da liberdade, transmutação e alquimia. O seu director é o Bem Amado Mestre Saint Germain, um dos mestres mais importantes do nosso planeta, o seu nome indica logo tudo, vem do latim São Germano, que traduzido significa "O Santo Irmão", e é a mais pura verdade, é o nosso irmão, protector e que ambiciona nos ascender a todos, sem excepção.
Já outras civilizações pediram a presença deste mestre nas suas hierarquias, devido ao seu grande poder e amor, mas ele negou todas as ofertas e dedicou-se apenas ao seu planeta natal, onde ele evolui e ascendeu, dizendo que só a evolução dos seus irmãos é que conta para ele neste momento.
Junto com o seu complemento divino, a Bem Amada Mestra Pórtia, complementam a essência da energia do sétimo raio, sendo que ela foca mais a energia da Justiça, e Saint Germain foca a energia da Liberdade e Compaixão.
Em cada 2000 anos, existe uma mudança de energia planetária, desde o ano 1 até ao ano 2000, tivemos sobre a influência da energia do 6º Raio, a Era de Peixes, onde Jesus teve como responsabilidade dirigir a humanidade nessa mesma Era, pois era o seu cargo como director do raio da devoção. A partir do ano 2000 , começamos uma nova Era, a Era de Aquário, regida pela energia do 7º Raio, do qual vários mestres foram destacados para dirigir esta nova fase da humanidade, sendo o Mestre Saint Germain, o director até ao ano de 4000.
Neste Raio trabalham variados seres, todos eles muito importantes para a evolução do planeta nesta nova etapa da evolução planetária, entre eles a Bem Amada Mestra Quan Yin, o Bem Amado Mestre Saithru, a Bem Amada Mestra Lótus, a Mãe da Era de Aquário, a Bem Amada Mestra Mercedes, entre muitos outros, que com o tempo irão se revelando e manifestando a sua energia no planeta.
A vinda e a presença do Bem Amado Mestre Saint Germain foi profetizada já há muito tempo, aparece na Bíblia, em Revelações 10:7, como o sétimo anjo que tem a missão de acabar a revelação do mistério de Deus na Terra.
O rumo do Bem Amado Mestre Saint Germain começa há cerca de 50.000 anos, na Era Dourada, na civilização fértil e evoluída que existia no actual Deserto Sahara, lá foi rei, cheio de sabedoria e justo para com o seu povo, dando valor á beleza, simetria e arte da cidade, mas infelizmente o povo começou a dar mais importância aos prazeres mundanos da vida, deixando Deus para um plano mais atrás. Contam os registos da memória universal, que Saint Germain, nesta vida já tinha um grane conhecimento de alquimia e da chama violeta, e mostra que certo dia, já sabendo o rumo que o seu reino estava a tomar, chamou para um banquete os seus 576 mais próximos amigos, e a cada um ofereceu um cálice de cristal com um elixir, este criado pelo mestre, e tinha como função proteger a alma de quem o bebe-se durante todo o seu trajecto ascencional, protegendo-os de todos os perigos e receios da mente e do mal.
Mais tarde, há 30.000 anos atrás, ele reencarna na civilização Atlante, como Alto Sacerdote do Templo da Chama Violeta, cuidando dela e também dos seus discípulos que tanto amava, sendo o Mestre a união perfeita entre a ciência e a religião, pois ele conjugava o conhecimento da alquimia com a doce devoção a Deus. Foi nessa mesma vida abençoado na Ordem de Melquisedeque, pelo Arcanjo Ezequiel, juntamente com o Mestre Jesus, e encarregue de levar a chama violeta até á Transilvânia, na Roménia, após a queda da Atlântida.
No século XI a.C. ele volta a reencarnar, agora como o pequeno profeta Samuel, com a grande missão de ser o mensageiro de Deus para conseguir libertar a descendência de Abraão, entrando em grandes êxtases, enquanto comunicava com grandes Seres Iluminados, entre eles o Arcanjo Ezequiel, Gabriel e Metatron.
Na linhagem de David, o Mestre Saint Germain, voltou a reencarnar como José, pai de Jesus e marido de Maria, tendo a grande missão de educar o seu filho e fazer dele o Messias, o Salvador da Era de Peixes, o Pescador de Almas. No século III d.C. voltou ao plano terrestre como Santo Albano, nasceu na Bretanha e foi levado por Romanos e tornado escravo, torturado e martirizado. Depois dessa vida, o Mestre dedicou-se a trabalhar nos planos astrais, inspirou filósofos Neo-Platónicos, como Proclus, que revogava o ensinamento que Saint Germain sempre ensinou, que Deus e a Ciência são Uno.
No Século V d.C. volta a reencarnar na Bretanha, como Merlin, o braço direito do Rei Artur, uma das vidas passadas do Mestre El Morya. Com grandes conhecimentos alquímicos, foi conhecido como um verdadeiro mago, com grandes poderes, levando todos os cavaleiros da Távola Redonda para a iniciação da Ordem do Santo Graal.
Volta a reencarnar no século XI d.C. como Roger Bacon, um monge franciscano, filósofo e também um cientista que se vai ajudar com a teoria da Terra ser redonda, a sua reencarnação seguinte, como Cristóvão Colombo, o grande navegador e descobridor do continente Americano. Foi Francis Bacon o filósofo, que mostrou ao mundo uma nova forma de ver a bíblia ao mundo.
Mas na minha opinião a sua última reencarnação é a mais fascinante, quando o Mestre já completamente liberto da roda das reencarnações, pede ao Conselho Kármico para o deixarem voltar a Terra no seu corpo físico para ajudar o Planeta na sua evolução.
Então ele nasce como o Conde de Saint Germain, conhecido como o miraculoso, um verdadeiro gentleman, com princípios, muito educado e sábio, frequentador das cortes Europeias do século XVIII e XIX, passeando por todas elas, dando conselhos e fazendo grandes amizades, inclusive teve em Portugal com o nosso Rei, D. José I, além de muitos dizerem que este foi o pai do Conde Saint Germain, que pode realmente ser possível, este poderia ter nascido fruto de um caso com uma condessa francesa na sua juventude, teria sido negado pelo pai, devido a ser um filho ilegitimo, de um caso de uma condessa francesa, mas teve e tem uma grande ligação com o povo de Portugal.
O Conde era conhecido por ser um senhor cheia de educação, sábio, alquimista, poeta, músico, artista e diplomata, muitos são os relatos de pessoas importantes na época a seu respeito, tal como Voltaire, Horace Walpole, Casanova até em jornais da época. Dizem que muitas das vezes o Conde de Saint Germain costumava materializar nas suas mãos diamantes e pedras preciosas, também conseguia escrever com uma mão uma carta e com a outra escrever poesia, sem qualquer esforço, ele era um homem genial, muito a frente de qualquer tempo que passamos até hoje. Voltaire numa das suas cartas ás cortes francesas diz "Um Homem que nunca morre e que sabe tudo." Na verdade o Conde de Saint Germain ficou encarnado mais de 500 anos, depois do seu tempo de missão, apenas de desmaterializou e voltou aos planos astrais.
Quando voltou para o plano astral a Bem Amada Mestra Quan Yin, deu-lhe o seu cargo da direcção do cargo do 7º Raio, da misericórdia, libertação, justiça, compaixão e alquimia.
Actualmente trabalha com a chama violeta no seu Templo da Transmutação, no plano etérico da Transilvânia, na Roménia, juntamente com o seu complemento divino, a Bem Amada Mestra Pórtia.
Acreditem que o amor e o poder do Bem Amado Mestre Saint Germain é tão intenso e maravilhoso, que preenche um coração por inteiro, pois ele é gentil e doce, não existe alguém na Terra tão cavalheiro como ele decerto, unam-se a ele, pois ele pode vos ajudar.

   "Saudações meus queridos irmãos, quero vos pedir algo muito especial, não sofram mais com os feitos do passado, pois todos nós passamos por muitas vidas, muitos erros, mas estamos aqui para aprender, moldar a nossa alma. Libertem-se do peso das memórias, dos remorsos, perdoem e sejam perdoados
Com todo o meu veemente amor, 

Eu Sou o vosso amado irmão, que cuida de vós cada dia, Mestre Saint Germain"

Jai Gurudev