expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 16 de Junho de 2011

Almas Gémeas - Complementos Divinos


Já que este mês estamos a mexer na energia rosa, do amor e na compaixão, hoje pretendo falar de um tema que muitas das vezes nos acalenta o coração e mesmo quando estamos numa determinada fase da nossa vida e decidimos partilhar cada momento com aquela pessoa especial, é a partir desse momento que acontece a busca á nossa alma gémea, o nosso complemento divino.
Cada Ser no Universo tem a sua própria alma gémea, o termo correcto dado ás almas que fazem parte da nossa mónada, ou seja da nossa essência, que no total pode variar até 200 almas gémeas só na nossa mónada, mas temos sempre uma principal, que veio do nosso ovóide divino. Todo o nascimento das almas gémeas é um tanto complexo, por isso vou explicar o mais simples possivel. A nossa mónada, ou seja, a nossa alma grupo, o grupo espiritual onde pretencemos liberta dela própria emanações de energia, óvulos de luz, cada um é gémeo dos outros, pois todos vieram da mesma Origem, da mónada, esta sendo uma das milhares de emanações de Deus, e cada óvulo de luz emanado da mónada vai estar em extrema actividade e rotação, com dois pólos, o masculino e o feminino, ambos unidos libertam a energia andrógena, a energia de Deus. Então dá-se a separação do óvulo de luz, e dele se dividem duas almas, uma com expressão feminina e outra masculina, podemos então dizer que essas duas almas, são almas gémeas, esses seres são complementos divinos, já a relação deles com os outros óvulos de luz emanados pela mónada são de almas afins, como se são chamadas.
Agora a grande pergunta, onde está a nossa alma gémea? é muito simples, ela pode já ter ascendido e estar na união com Deus, ou ainda pode estar a fazer o seu percurso encarnada. O que devemos ter consciência e saber é que as almas gémeas partilham a genética e a identidade espiritual, por isso existe presente sobre elas a lei da atracção, ou seja, elas atraem-se sempre para o mesmo ponto, sendo que a nossa grande missão é podermos ascender juntamente com ela.
Muitas vezes as pessoas pensam que a sua alma gémea pode ser um grande amor, um casamento, um marido ou mulher, mas nem sempre é assim, muitas das vezes ela pode vir como nosso pai, mãe, irmão, amigo, filho, desconhecido ou até mesmo o nosso pior inimigo, mas em norma, enquanto em missão ascensional, caminham na mesma época pelo mundo e em norma tem sempre alguma ligação entre ambas, claro que nem sempre acontece a extrema união, não se esqueçam que a lei do karma e a sua libertação também proporciona com que o relacionamento entre ambas dê certo, e quanto maior for a nossa jornada ascensional, maior é a ligação com ela.
Mas então o que acontece quando nos unimos finalmente com ela e ascendemos? O melhor presente que Deus poderia proporcionar aos seus filhos, o Casamento Alquímico, agora que ambas as almas estão ascensas e o seu karma sublimado, ambas podem finalmente se voltar a unir, este casamento mistico vai fazer com que o nosso complemento divino se torne nosso eterno companheiro e amigo, a partir dai vai existir sempre a união de ambos e irão sempre trabalhar em união, temos os casos dos nossos Bem Amados Mestres, Arcanjos, Anjos e Elohins, todos esses maravilhosos seres têm a sua alma gémea que os ajuda na sua jornada divina.
 A essência divina é o amor, e é no amor que une as almas gémeas e através dele que a encontramos, amar e ser amado, mas não se esqueçam que para ser amado é necessário amar e acima de tudo amem com todo o coração e com todo o amor incondicional.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário